Entre minhas práticas preferidas estão:

Inversão de Papéis – tenho ampla experiência inclusive com iniciantes, essa pratica gosto com muita sacanagem, bem putinha!

Axilismo – Pratico com odor natural, com cheiro de suor, depiladas ou em processo de crescimento. Você vai beijar, cheirar e lavá-las com língua. Pelos grandes está fora de cogitação.

Slave Money – sessões mensais ou quinzenais (no mínimo), decidirei o quanto e com que gastar, quero prestação de tudo, então comece a guardar os recibos. Escravos que moram em outras cidades/estados são aceitos.

Facesitting – você é vegetal inútil, o simples fato de existir já é um prejuízo, vou economizar um pouco de oxigênio privando sua respiração ao sentar na sua cara.

Pissing/Chuva Dourada – com tantas pessoas sem água não seria plausível desperdiçar para saciar sua sede ou tomar banho… como sou uma Rainha generosa disponibilizo o meu mijo.

Chuva Prateada –Envolve suor, saliva e os líquidos sexuais (esperma ou gozo feminino).
Vou te humilhar de muitas formas usando meu cuspe… fazendo uma pequena piscina nos meus pés, cuspindo no chão pra vc lamber…

Crossdressing – ter vê com os pés machucados por usar salto alto, vestindo-se como uma puta barata ou uma emprega se esmerando para me agradar.
Como lhe falta beleza será necessário um pouco de maquiagem para ficar menos pior, uma peruca loira que também vai ajudar.

Tickling – tortura-lo com cócegas é mais fácil que andar para frente.

Wet And Messy – é como voltar a ser criança com um upgrude. Claro que para sujar um verme só será usado o que há de mais barato.

Smoking Fetish – fumo só para ter o prazer de baforar a fumaça na sua cara, rir com sua crise de tosse.

Salirofilia – alguns submissos são desprezíveis ao ponto de não valer a pena gastar uma gota do meu perfume, a esses o cheiro do meu suor é o bastante… farei com que inale profundamente e se for um bom servo permito experimentar o sabor.

Fistting -Penetração de Punho vou devorar o teu cuzinho vagarosamente, colocando um dedo por vez até chegar ao punho, para sua sorte tenho mãos pequenas, mas, vale lembrar que treinamento é necessário.


Humilhação Psicológica – prepare-se para a degradação extrema, você é um lixo e assim que será tratado, escória da sociedade. Seu micro pênis é digno de pena.

Dogplay – é um cão fiel e obediente? Pronto para rolar no chão, ser ignorado, latir, choramingar? Se fiizer por merecer pode receber carinhos. Não me divirto com cachorros que não sabem se comportar com tal.

Castidade – por quanto tempo ficara em privação penderá do meu humor e do teu comportamento.

Tease And Denial –  Orgasmo controlado essa pratica é muito divertida, te ver tão perto do êxtase e simplesmente arruína-lo hahahaha…

Infatilismo – tão mimado e imaturo que é incapaz de administrar tarefas simples se alimentar sozinho é uma catástrofe. Não comece a chorar se for obediente não precisará mais fazer xixi na roupa, serei tua mãe.

Podolatria – prazer relacionado aos pés ou sapatos. Muito mais extensa do que muitos pensam.

Trample – ao pé da letra seria o ato de ser pisado pela mulher. Está mais ligado ao contexto de dominação. As partes do corpo pisadas que mais dão prazer ao dominado são a cabeça (pois a sensação de subjulgamento é máxima) e o tórax (pela limitação da respiração). Pode ser realizado tanto com os pés descalços como calçados.

Worship – seria o desejo de lamber, beijar ou chupar os pés. Neste contexto o dominado sente prazer em tocar sua boca ou língua na superfície do pé (sola ou dedos). Sendo que alguns preferem os pés limpos e cheirosos (o que remete a um cenário de mais adoração da beleza feminina como um todo) e outros sentem maior prazer com os pés sujos (o que remete a um cenário de humilhação).

Dangling – é o desejo de observar a mulher “balançando” os sapatos (chinelos, tamancos, scarpins) e os deixando “pendente” no ar. É um fetiche de adoração visual ou voyeurismo.

Footjob – masturbação com pés, os homens são os maiores apreciadores dessa prática. Onde a sola e dedos provocam prazer por meio de fricção.

Sniffing – desejo de sentir o odor do pé feminino. Da mesma maneira que o worship, alguns fetichistas idolatram pés perfumados (mais ligados a adoração) e outros tem prazer em pés com cheiro de suor (ligados a dominação). Em geral também podem sentir prazer em cheirar os sapatos ou tênis para sentir o odor no próprio calçado.

Crushing – esmagamento.. No cenário de adoração, o podólatra sente prazer em observar o ato do esmagamento. Por outro lado, no cenário de dominação, o podo tem prazer em observar a relação de poder entre a mulher e o objeto esmagado, nesse sentido a circunstância (proposital ou acidental), o cenário (casual ou fechado) e o tipo de objeto farão a diferença.
A. Alimentos (food crushing) – de qualquer tipo. Alguns podos associam este fetiche ao worship pois sentem prazer em comer nos pés da dominadora. Outros apenas sentem prazer em observar o alimento ser esmagado.

B. Refitismo – aqui os pés dividem espaço com os sapatos, o prazer de um refitista é ver os pés calçados, descalçando ou calçando sapatos. pode vir da adoração de sua beleza e sua interação com o corpo feminino.
C. Adoração: o fetichista tem desejo de olhar, admirar, tocar, cheirar e sentir o sapato. Até fora do corpo da mulher. Servindo como acessório para a estimulação de seu prazer.
D. Dominação – O que muda é o aspecto psicológico empregado. Os fetichistas aqui sentem prazer com a simbologia que o sapato feminino representa.
·
 Busting ou balbusting – o prazer em ser chutado ou surrado é mais real quando ocorre com sapatos. A dor e a humilhação são maiores. Outros adoram ter seu pênis masturbardo e posteriormente ejaculando sobre os sapatos, e como “gran finalle” adoram observar suas dommes pisando e esfregando a sola do sapato sobre seu esperma.
Enfim, a questão do tipo de calçado utilizado pelas dommes é um comentário final a ser colocado. A ponto de determinado submisso ter preferência por um ou outro calçado, dependendo do objetivo buscado para seu fetiche.
A. Botas e escarpins de salto alto: São os preferidos da maioria dos podos. Trazem a idéia de elegância e supremacia da beleza e também de poder financeiro.
B. Tamancos e plataformas – são mais ligados ao peso e sofri
mento. Pois são extremamente dolorosos para o escravo. Normalmente vem com salto.
C. Tênis – Em geral eles são mais utilizados em contextos sociais casuais e que também favorecem a este acúmulo de impurezas. Este detalhe acaba tornando o tênis favorito principalmente pelos amantes do crush e do worship, visto que os objetos de esmagamento fixam-se com mais intensidade (principalmente alimentos, sujeira e insetos).
D. Chinelos e rasteirinha – a sua maior atratividade é a vantagem de permitir um contato mais rápido com os pés descalços e a realização do dangling.

Privação de sentidos - privar o escravo de ouvir falar sentir cheiros

Spanking leve e hard  - Chicotear o escravo de forma pesada ou leve sendo com chicote chinelo, corda ou toalha molhada

Mumificação - Utilizo plástico filme venda ou durex imobilizo e deixo como uma mumia

Humilhações - de formas variadas dez de limpar meus tenis a ser usado como privada

Estupro - estuprar o escravo com pênis mãos ou qualquer outra coisa que eu queira

Enforcamento - enforcar o escravo com mãos pés ou corda

Tortura nos mamilos - torturar os mamilos com pregos agulhas velas mordidas unhas ou pregadores

E poderá ficar muito melhor se você me contar um pouco das suas experiências;

Pra melhor te conhecer Preencha o Formulário de

Cadastro:  




Nenhum comentário:

Postar um comentário